Quem Somos | Benefícios | Departamentos | Convenção Coletiva | Associe-se | Fale Conosco
 
 
» Notícias
 
 
 
Verba de 23 mil multas trabalhistas ajuda a pagar vacinas contra covid-19 

O dinheiro arredado com 23 mil multas trabalhistas em uma década está ajudando o país a comprar vacinas contra a covid-19. São R$ 268 milhões em multas, conforme apurado pela Fiquem Sabendo, agência de dados especializada na Lei de Acesso à Informação (LAI). A quantidade de vacinas adquiridas com esse recurso não está especificada.

O valor foi arrecadado pelo Ministério da Economia e é resultado de 23 mil multas trabalhistas aplicadas a 7.411 empresas em todo o país por infrações ocorridas na última década. Os valores são provenientes tanto de processos encerrados, como dos que ainda cabem recursos.

As maiores ações trabalhistas e as mais comuns

Entre os casos mais comuns que resultaram nessas multas, estão falta de anotações na carteira de trabalho (artigo 29 da CLT); falta de registro de empregado em carteira (art. 41); normas de segurança do trabalho (art.157); e casos de desrespeito ao período de descanso (art. 67), entre outros.

Na lista de autuadas por não respeitar as regras da Consolidação das Leis do Trabalho, figuram indústrias e empresas de diversos segmentos como agrícola, alimentação, construção civil, engenharia, transporte, combustíveis, farmácias e empresas de prestação de serviço em saúde.

O valor mais alto de uma multa em um processo ainda em andamento foi aplicado à varejista Via (ex-Via Varejo), em uma unidade em Recife (PE). Ela foi sentenciada a pagar R$ 19,7 milhões, por práticas discriminatórias descritas na Lei 9.029/95. A empresa opera as marcas Casas Bahia, PontoFrio e Bartira, além do e-commerce Extra.com.br

Em nota, a Via afirmou que não comenta processos jurídicos em andamento. "Reiteramos que somos muito claros em nossos valores e princípios de conduta. Nosso código de ética e conduta, distribuído para todos os nossos colaboradores, é o guia que regula todas as ações da empresa, sendo sua aplicação acompanhada por auditorias independentes", afirma a empresa.

 

 

08/06/2021 - uol  
 

Fusão cria maior grupo hospitalar de Goiás: Ela Maternidade, Hospital dos Acidentados, Hospital da Criança, Hospital do Coração e Hospital Santa Mônica
28/07/2021  - O Popular
Bolsonaro recria Ministério do Trabalho e Previdência com poder sobre FGTS e FAT
28/07/2021
Guedes quer Trabalho e Previdência de volta após saída de Onyx para eleição
26/07/2021  - Folha de São Paulo
Reforma tributária afeta vale-alimentação e livra taxação em paraísos fiscais
15/07/2021  - O Popular
Empresários pedem redução de restrições ao comércio em Goiânia
13/07/2021  - O Popular
Mantida justa causa de mulher que foi a festa durante atestado médico
12/07/2021  - Migalhas
Alimentos mais caros fazem cair vendas nos supermercados em Goiás
08/07/2021  - O Popular
Patrão é condenado a pagar R$ 5 mil a empregada demitida por WhatsApp
07/07/2021  - Uol
Vendas de remédios do kit Covid em 2020 crescem mais de 500% em seis empresas
02/07/2021  - Folha Press
Pacote vai fomentar incubadora e aceleradora de cooperativas em Goiás
02/07/2021  - O Popular
 
 
 
 
SECORV - Sind dos Empregados no Comércio de Rio Verde
Rua Luiz de Bastos, 270, Centro - CEP 75901-010 - Rio Verde - GO
Telefones: (64) 3621-4705